sábado, 30 de junho de 2012

Sobre o que ser quando crescer

Helena organizou um piquenique na sala com frutas, sucos e biscoitos e nos chamou para participar. O Dindo puxou assunto:

- Helena, o que queres ser quando crescer?

- Eu ainda não sei!

- Ah, mas diz uma coisa que tu tens vontade de ser...

- Eu já disse que ainda não sei, Dindo!

- Eu sei o que queres ser: FELIZ! 

- Feliz não é trabalho, Dindo!

- Fala aí uma coisa que achas legal!

- EU AINDA NÃO SEI! Quando tiver dezessete anos eu decido, tá bom assim?

Caimos na gargalhada, eu e o Dindo. Ela ficou séria e pensativa, depois perguntou:

- E tu, mãe? Como é que tu decidiste? Quantos anos tu tinhas?

- Ih, filha, pra falar bem a verdade eu não decidi nada, as coisas foram acontecendo pra mim... Terminei o segundo grau e fui estudar para ser professora, aí o Vô me convidou para trabalhar na óptica com ele, eu fui, no início sem muita vontade, mas depois fui gostando, me interessei, comecei a estudar coisas de óptica, aí em seguida veio o curso de optometria, eu fiz, quando vi já era optometrista e hoje não consigo me imaginar fazendo outra coisa!

Minha filha está virando gente grande mesmo! Isso é papo para uma criança de 4 anos? Que coisa boa poder conversar assim com ela!

Um comentário:

  1. e acabou não respondendo, não é espertinha...

    ResponderExcluir